The Tudors e a História das irmãs Bolena

Terminei a pouco tempo de assistir as 4 temporadas da série The Tudors pelo NetFlix e realmente me bateu uma vontade de escrever um pouco sobre, a série já é um pouco antiga, e acredito que também não é novidade para ninguém, mas eu realmente sou apaixonada pela história das irmãs Bolena, especialmente da mulher que foi pivô de uma história que enfrentou a igreja e mudou todo os costumes da Inglaterra: Ana.

O seriado:

Sinopse:
.
The Tudors é uma série televisiva que recria os primeiros e tumultuosos anos do reinado de Henrique VIII da Inglaterra. Paixão, ambição e traição se transformam no fio condutor deste drama televisivo, que mostra um Henrique VIII muito diferente do que aparece nos livros de história. Jovem, atraente e poderoso, mostra-se um rei da Inglaterra capaz de grandes proezas atléticas.   Sem dúvida alguma, um monarca que não colocava os assuntos de Estado entre suas prioridades e que sempre deixava os problemas oficiais nas mãos do Cardeal Tomas Wolsen. Para aqueles próximos de “Sua Majestade”, satisfazer o rei era uma faca de dois gumes. Henrique VIII era até mesmo capaz de desafiar a instituição mais poderosa da Europa medieval: a Igreja Católica Romana. Também era conhecido por mandar executar seus súditos diante da mínima demonstração de insubordinação. Filmada na Irlanda, a trama desta produção se desenvolve na Inglaterra, nos dez primeiros anos do reinado de Henrique VIII. Um reinado que se iniciou em 1509, quando ele tinha apenas 19 anos de idade. Além de mostrar as alianças políticas mais significativas do monarca, a série gira em torno das companheiras femininas do rei: Catarina de Aragão e Ana Bolena. Também é dado destaque à particular relação que o rei mantinha com Charles Brondon, o Duque de Norflok, o Cardeal Wolsey (chefe da Igreja Católica, no período de separação de Roma) e o filósofo Tomás More.

Apesar dos inúmeros erros históricos, a série tenta retratar o cenário social , econômico e familiar do reinado de Henrique VIII, é uma verdadeira crítica a monarquia e a igreja, e a ostentação da corte onde os valores são, na verdade, uma hipocresia. Porém o que mais me cativa na série é o lado afetivo do Rei, que seria sua maior fraqueza… Foram 6 rainhas rodeadas de escândalos e o manipulando de alguma forma para obter riquezas e prestigio para sua família. Das 6 rainhas, duas tiveram seu casamento considerado inválido, duas foram decapitadas acusadas de traição, uma morreu no parto por falta de cuidados do rei e a ultima teve um destino melhor, mas abriu a mente dos filhos do rei para a reforma protestante que gerou muitas mortes. Cada rainha te leva a sonhar com um mundo novo, com histórias intrigantes, você pode odiar o rei Henrique VIII o tempo todo, mas com certeza se apaixonará por alguma das rainhas. Eu me cativei pela primeira e segunda temporada, as duas ultimas começa a dar uma desanimada, um contexto voltado mais para o social, as vezes maçante, mas com certeza o figurino é lindo e impecável, todas as joias, a dança, a música. A história das filhas do rei Henrique VIII também é bem interessante, mas deve ser feito uma pesquisa posterior sobre o assunto pois o seriado dá mais ênfase a segunda herdeira do trono, Lady Maria e deixa Lady Elisabeth um pouco de lado, sendo que ela foi uma das mais importantes rainhas, e com uma popularidade gigante! A história das filhas de Henrique VIII também é uma história bem interessante, smepre expulsas da corte e aceitas de novo, declaradas bastardas, ilegitimas e logo sucessoras ao trono novamente, tudo dependendo dos caprixos do rei ou das novas rainhas. Eu recomendo a série para quem se amarra em seriados medievais, para quem curte a genialidade das mulheres medievais que sempre davam um jeito muito inteligente de burlar a sociedade para alcançar seus objetivos!

Dica de filme: A Outra 

Para quem se apaixonar pela história das irmãs bolena recomendo um filme que eu adoro, que é uma versão mais compacta da ascenção e queda das duas irmãs no reino de Tudor.

Sinopse:

O ambicioso Sir Thomas Bolena sabe que suas filhas são muito mais do que simples garotas. Ela pensam principalmente na possibilidade de subir na vida. Enquanto que para Maria (Scarlett Johansson) ele arranja desde cedo um casamento com o filho de um mercador, ele acredita que Ana (Natalie Portman) conseguirá algo muito maior. É quando o cunhado de Thomas, o Duque de Norfolk, avisa que a Rainha Catarina de Aragão não pode dar ao Rei Henrique VIII (Eric Bana) o filho que ele precisa e que o monarca está em busca de uma amante que possa.

Os dois armam uma visita do Rei, de forma que a jovem Ana possa conquistá-lo, mas sua rebeldia acaba o desagradando. Porém, apesar de recém-casada, é A Outra irmã Bolena que consegue um lugar no coração de Henrique, que pede que toda a família se mude para o palácio, inclusive o marido dela. Como amante do rei, Maria engravida, mas complicações fazem com que ela fique de cama, acabando com os interesses do chefe de Estado inglês. Ana aproveita a chance para, enfim, conquistar Henrique, deixando sua irmã para segundo plano.

Decidida a ter um futuro bem melhor do que o de sua irmã, Ana decide só se entregar depois de ser uma rainha legítima. Ela, então, convence o apaixonado Henrique a lutar contra todos para romper seu casamento com Catarina, para que os dois possam selar a relação. A grande ambição dela acaba criando problemas para todos, inclusive para o rei, que rompe com a Igreja Católica e funda o Anglicanismo. Mesmo com tantas desavenças, as duas irmãs Bolena tentam manter-se unidas e se ajudando, independente de qualquer coisa.

Baseado no livro A Irmã de Ana Bolena, de Philippa Gregory, o filme A Outra revela a história da quase desconhecida Maria Bolena, que acabou sendo esquecida pelo tempo. A produção foi toda filmada em Alta Definição, o que aumenta a percepção dos detalhes da direção de arte. O roteiro é de Peter Morgan, que recentemente adaptou para as telas a vida de outra monarca inglesa, a atual Elizabeth, em A Rainha.

E vocês, já assistiram a série, gostaram da dica?

Pra finalizar, de tanto que elogiei o figurino da série, retratando a moda inglesa, francesa e espanhola, vou terminar com algumas imagens do desfile de outono do estilista Alexander Mcqueen com peças estilo elizabetanas com um ar totalmente teatral, fantasioso e medieval!

One Response to “The Tudors e a História das irmãs Bolena”

  1. A Philippa Gregory tem uma série de livros chamada Os Tudors. São um pouco caros mas vale cada centavo.

Em busca de respostas? Eu também, então deixe seu comentário, opinião ou sugestão que lerei com muito carinho

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: