Para Devorar e Não Engordar: Anna e o Beijo Francês

Bonjour a tous

Sempre que estou em sala de aula e os professores ou até mesmo os alunos começam a falar sobre livros que leram sobre esse ou aquele assunto me sinto muito burra. Parece que eu não li nada nessa vida. Então no fim do ano passado decidi que só leria livros relacionados à História e que acrescentassem algo à minha formação acadêmica.
Entretanto, logo em julho já comecei a sentir falta de ler outro tipo de livro. Então parti pra Anne Rice, mas ainda não estava satisfeita. Queria algo mais doce, algo que me desse um frio na barriga, que fizesse meu coração bater mais rápido, algo capaz de fazer minhas mãos tremerem e eu perder o sono.
Foi quando li uma resenha muito positiva do livro Anna e o Beijo Francês. Procurei mais informações sobre ele e conseguir baixar pela própria editora o primeiro capítulo do livro.
Assim que terminei de ler esse primeiro capítulo, pensei:
preciso ler o livro inteiro!

Pois bem agora que estou de férias consegui lê-lo. Antes de tudo, vou confessar: eu gosto de romances adolescentes, e esse não me decepcionou em nenhum aspecto. Fez meu coração bater mais rápido, minhas mãos ficaram tremendo enquanto eu lia, minhas bochechas rosadas em cada parte mais… picante. Confessarei ainda que eu chorei pois a história é muito semelhante à uma experiência que tive alguns anos atrás. A diferença é que eu morri. Sim, uma parte minha foi completamente despedaçada, pisoteada e agonizou até morrer de uma morte lenta e dolorosa. Ler Anna e o Beijo Francês me fez sorrir aquele sorriso bobo e incontrolável que surge no nosso rosto quando encontramos aquele alguém. Mas me fez encarar aquela cicatriz horrorosa que escondo atrás de uma nuvem de falso perdão.
Se eu indico esse livro? Claro! Ele é totalmente apaixonante e te prende do início ao fim. Eu, que ando bastante sonolenta, devorei suas 286 páginas em poucas horas. Para aqueles que ainda receiam ler esse livro, farei apenas mais um comentário: Anna não é nem um pouquinho idiota ou melhor, ela não é nenhuma mosca morta estilo Bella Swan. Anna é viva, decidida, sabe o que quer, chega inclusive a ser egoísta. Etiénne, por sua vez, não é nenhum anjo que quer preservar a virgindade de Anna. Ele também é egoísta, medroso, muitas vezes detestável. E o que quero dizer com isso é que, sim, é um romance adolescente e útópico, mas tem apetitosas pitadas de realidade.

O restante, deixarei por conta de vocês.

Au revoir.

3 Responses to “Para Devorar e Não Engordar: Anna e o Beijo Francês”

  1. Me deu muita vontade de ler! Faço História, e também me sinto assim, quando falam na facul de livros que ainda não li. Rsss

  2. Que legal, você também faz História ^^O próximo livro histórico/literatura que quero ler é O Nome da Rosa. Já leu?Bem, Anna e o Beijo francês é só para passar o tempo mesmo… e se apaixonar ^^Se você ler, não esquece de contar depois o que achou, ok?

  3. Já vi o filme! É um daqueles que os professores passam umas mil vezes pra gente ver! Mas o livro, também está na minha lista dos próximos a serem lidos!😀 Anna e o Beijo francês, eu vou ler sim! bjs

Em busca de respostas? Eu também, então deixe seu comentário, opinião ou sugestão que lerei com muito carinho

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: