Japanese Urban Culture

Caros leitores, perdão pelo sumiço, mas é que eu ando tendo uns problemazinhos bááásicos aqui em casa sabe… Não, não me puseram pra morar na rua (não dessa vez rsrs), são outras encheções de saco que, juntamente com a faculdade, sugaram o meu tempo e a minha inspiração (quem vê pensa né aushaa), mas enfim.
Desde pirralha eu sou chegada à mangás (em geral os mais darks) e outras coisas relacionadas à cultura do Japão (mas sem fanatismos), por isso, hoje resolvi falar sobre um movimento que é MARA – O Visual Kei.
O nome Visual Kei diz respeito ao apelo estético que é a principal característica do movimento, que também é um estilo musical ligado ao rock, metal e influências de música clássica (entre outros). Aqui os dois fatores andam juntos, mas há bandas que dão mais ênfase ao visual e aos shows superproduzidos do que à música em si.
O movimeto teve a sua origem em meados da década de 1980, como um subgênero do J-rock, sob influências de estilos como o glam rock dos States. Com seus altos e baixos, o Visual kei é uma interessantíssima forma de se expressar e mandar pras cucuias os padrões “xaropes” da sociedade, que no Japão são mais rígidos do que aqui.


ESTÉTICA
Extravasar é o verbo principal aqui, apesar de não ser uma regra. Roupas elaboradíssimas, coturnos e plataformas, muita maquiagem, cabelos coloridos em penteados super estilosos são “o canal” na composição de um look Visual Kei.
Como o movimento tem as suas subvertentes, podemos encontrar desde os visuais mais clean até aqueles que são verdadeiramente “a treva” rs, alguns com uma estética mais sado-masoquista e outros com vestimentas que parecem ter saído da era Vitoriana, ou então com aquele estilo “hospitalar macabro”, tudo sempre com muita personalidade. Outra coisa bastante comum no Visual Kei é a androgenia.


MÚSICA
De uma forma geral, a música Visual Kei possui uma atmosfera e temática dark/goth, mas não é só isso. Há bandas que incorporam outros elementos em seus trabalhos, até mesmo regionalismos nipônicos.
“Enquanto o visual kei começou como um gênero puramente orientado pelo rock, ele soa eventualmente aberto para refletir o pop-rock, o rock eletrônico, o alternativo estilo-ocidental e até o metal enquanto mantém seu distinto visual” (Meg Pfeifle).
É uma verdadeira mistura e o estilo tem várias subvertentes, umas mais densas ( como o Kuro kei, que por sua vez advém do Kotevi Kei; o Kurofuku kei, o Angura Kei, o Eroguro kei…) e outras mais pop (como o Oshare Kei, o Shiro kei, entre outros). Como eu não sou perita no assunto, não vou me aprofundar rs.
Entre os principais nomes no Visual Kei em geral podemos citar X JAPAN, Moi dix Mois, MALICE MIZER, Luna Sea, Versailles, the gazettE etc., etc., etc.


O trecho que eu citei acima é de uma série de artigos aprofundados sobre o Visual Kei, e quem quiser saber mais sobre o movimento pode acessar o link aqui: http://www.jame-world.com/br/articles-76819-introduzindo-quot-globalizando-o-visual-kei-uma-serie-virtual-quot-.html

Por enquanto é isso, espero que o post de hoje tenha sido agradável. E vocês? Gostam de Visual Kei? Conhecem alguém que goste? Por favor, não deixem de comentar, e aproveitem para dar sugestões de temas que vocês gostariam de ver abordados aqui no blog.

Ah é. Terça-feira (09/08) é meu aniversário, se alguém quiser me dar de presente um boot novo ou algum item raro para a minha coleção do Iron Maiden, eu aceito ok? ^ ^ hehehe = P

See ya.

5 Responses to “Japanese Urban Culture”

  1. Duda, adorei seu post *__________*Cultura japonesa rules!!!Sabe o que seria legal? Um post sobre mangás. Você não acha?Mudando de assunto, parabéns adiantado ^^ Tudo de fuc*ing great pra você =*

  2. Aai, obrigada Baah ^ ^ !!!Um post sobre mangás é uma excelente ideia! Embora eu não saiba tuuudo sobre mangás rs, tem alguns que eu simplesmente amo, sem falar que eu tenho um amigo que é otaku até o último fio de cabelo e ele pode ajudar bastante (eu só preciso descobrir como eu faço pra falar com ele rsrsrs, quase não o vejo..).Mais uma vez muito obrigada!!= *

  3. Interessante o post. Tenho que confessar que não gosto muito dessas coisas japonesas… MAS não sou uma pessoa fechada! não é por isso que não deixei de ler… afinal aprendizado nunca é demais.Vou indicar esse post para uns amigos… todo mundo tem 'aquele' amigo doido por essas coisas [mangas e etc..]neh?! Parabéns!BeijosPam.

  4. Oi Pam, obrigada!!É verdade, sempre tem kkkkk…= *

  5. rsrr por ae. adoro o visual key e saiu vvestido mais ou menos na mescla deles com o heavy metal basicão ^^ o povo olha, mais f*ck the rules! \o/ ( rumo aos 5 brincos na orelha rsrs )

Em busca de respostas? Eu também, então deixe seu comentário, opinião ou sugestão que lerei com muito carinho

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: